segunda-feira, 22 de novembro de 2010

domingo, 7 de novembro de 2010

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Um mini conto em homenagem ao dia das crianças - Detalhes sem detalhes

Era uma vez Gilberto. Apenas Gilberto. Tinha doze anos, vinte dedos, dois braços, duas mãos, dois pés, duas pernas (que não gostava de usar) e alguns (muitos) fios de cabelo.
Gilberto era incomum, mas comum. Gostava de coisas fora do normal, mas vivia na normalidade. Enfim, vamos aos fatos...
Um dia, enquanto o garoto comumente incomum ou incomumente comum brincava no parque onde todas as crianças da redondeza costumavam brincar, avistou um sujeito esquisito, vestido de preto, segurando uma maleta mais esquisita ainda. O sujeito se acomodou no banco mais próximo, juntamente com sua cintilante (aos olhos de Gilberto) mala. Passaram-se cinco longos minutos. O homem foi embora e a deixou lá, a maleta. Como ir olhar é ruim e deixar de olhar é pior ainda, Gilberto correu cinco metros com obstáculos até o prêmio. Abriu.
Realmente ERA o parque em que as crianças da redondeza costumavam brincar. Pena, era um futuro promissor. A curiosidade não mata, se suicida.



*Comentários infelizes, da autora, acerca do conto:
Meu senso de humor é realmente maravilhoso. Não tem relação com o humor negro. haha
As crianças realmente vão gostar. haha² 

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Era alguém.
Tinha sonhos como todo o mundo.
Tornou-se pobre, de espírito.
Descobriu a vida;
Tornou-se feliz...
Aparentemente... profundamente.
Tinha sonhos. Não como todo o mundo.
Eram maiores, maiores que o mundo.
Embaixo do Sol amarelo,
Sorria amarelo, com roupa amarela;
Verde talvez.
Tinha sonhos. Não os queria compartilhar.
Ou talvez quisesse,
Só não conseguia, não encontrava...
Alguém; Como todo o mundo.
A essência, lhe pertenceu; Lhe pertence
E sempre lhe pertencerá.
Assim como o mundo.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Eleições, candidatos e "protestos"

 Depois da wave Tiririca Deputado Federal (vote no abestado 2222 haha), não duvido mais de nada. A política no Brasil está cada vez mais "séria". É incrível como o cenário político virou palco para palhaçada e estamos todos aqui, embaixo da palmeira observando satisfatoriamente cada ato (leiam Darandina, de Guimarães Rosa, caso contrário não entenderão a metáfora rs). A desculpa é: "Ah, vou votar no Tiririca para ficar contra o sistema (wtf?)". Mas que dyaxoo de sistema é esse?? A maioria das pessoas que diz essa bobagem nem ao menos sabe sobre o que está falando. -Dei-me paciência Chuck Norris... e me proteja dos Incas Venusianos! haha
 Enfim, já que temos tantas "boas" opções, vou deixar minha opinião a respeito de possíveis próximos candidatos à presidência da República:
   1. Chuck Norris: O irredutível.
Com ele não tem conversa, falou está falado. Criminalidade não existiria no dicionário português e só ele faria com que a palavra "ordem", que está na bandeira brasileira, fizesse sentido. Não tem partido, ele é o próprio partido. Manuseia arma melhor que Rousseff e nunca nem sequer foi preso (toma essa Dilma! haha).
   2. Homer Simpson: O engajado.
Digamos que esse candidato seja mais "da esquerda", tem mais flexibilidade com relação a normas e é muito preocupado com o problema da fome, mas principalmente com o problema da sede que atinge os pobres consumidores de etanol.
  3. Na verdade eu queria que Odorico Paraguaçu estivesse nessa lista, mas infelizmente ainda não temos um sistema de urnas do além, o que eu acho que acontecerá em breve, porque do jeito que as coisas andam...
De qualquer forma, ele seria meu candidato. Votaria na certa.

 Acho que já deu pra sentir o nível das próximas eleições néam? Nada de senhor Burns, guerrilheiros ou seres que não sabem nem ao menos se expressar em público.

Desenvolvimento sustentável: Opção por sacolas duráveis





O planeta Terra está em um processo de constante desenvolvimento. Por conta dessa dinâmica, o globo terrestre vem sofrendo prejuízos que ameaçam todos os seres vivos. Não se pode parar o que já foi começado, muito menos regredir e é nesse ponto que o desenvolvimento sustentável pode ser trazido para a realidade. São várias as alternativas existentes; como a energia solar, o reciclamento do lixo, o controle sobre as atividades industriais, dentre várias outras medidas. Entre elas também há a utilização de sacolas duráveis, que substituem as sacolas plásticas (itens que podem parecer inofensivos, mas que se transformam em uma "grande bola de neve" pronta para se chocar com a "Mãe Natureza": surgindo então, o impacto ambiental).
 As ecobags já estão presentes em todos os lugares e se apresentam em vários modelos (dá pra ser xiquy e ao mesmo tempo preservar a natureza... Imagine você no mercado: Êê, minha ecobag é mais fashion que a sua haha).  O mercado de sacolas ecológicas também está crescendo, por isso é bom prestar atenção.
 Há também sites que vendem essas ecobags, um deles é o Sacolas Ecológicas que vale a pena conferir.

That's all Folks! Think about it.




quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Banda Zas-Tras


                           

                          
Show da banda Zas-Tras.
Fotografia: Andressa Alcântara (eu haha)

terça-feira, 27 de julho de 2010

Acompanhar o vento não é um trabalho tão fácil quanto parece. É o mesmo que tentar seguir as pessoas, contrariando seu alter ego. Deixar o balão voar também não é simples, pois é preciso de algo para se agarrar... servir de companhia no não acompanhamento.
Talvez não seja importante o movimento das moléculas sociais e materiais, porque um dia tudo foi um só e mesmo separado ainda é e será.

segunda-feira, 19 de julho de 2010


 "Words are flowing out like endless rain into a paper cup,
They slither while they pass, they slip away across the universe
Pools of sorrow, waves of joy are drifting through my open mind,
Possessing and caressing me.
Jai guru de va om
Nothing's gonna change my world,
Nothing's gonna change my world."

sexta-feira, 16 de julho de 2010

sexta-feira, 9 de julho de 2010

sexta-feira, 18 de junho de 2010

E agora tudo é copa !

Quero uma dessa com a cara do Tio Dunga. Será que fazem? hahaha

Dutch Football Federation - 2010 FIFA World Cup T-shirt.

sábado, 29 de maio de 2010

Os Sonhadores


Está certo que o título ( The Dreamers ) nos dá uma sensação de fuga da realidade. Faz parecer que o filme irá nos mostrar as maravilhas do mundo dos cinéfilos, com caráter despreocupado e leve. Essa leveza é no sentido de demonstrações visuais. Mas não é bem isso o que ocorre. É muito mais, chegando a ser denso. "Com leveza densa ", seria a forma apropriada. O mundo que nos é mostrado é de realidade "sonhada" ao extremo, cada sensação, fato e filme (haha) é intensamente explorado. Podemos perceber também a influência do contexto histórico, como a situação mundial daquele momento influi na vida dos jovens. A fotografia é simplesmente fantástica, parece mesmo que estamos em um sonho. Bertolucci soube explorar bem esse ponto. É uma das melhores fotografias que já vi, atrás de Amélie Poulain, é claro. ( haha)

quinta-feira, 27 de maio de 2010

Kubrick e Allen, duas personalidades que nos mostram o que é cinema.



Kubrick. Jovem criativo, fotógrafo, cineasta, gênio e incompreendido. Eis aí uma receita de bolo. haha
Stanley Kubrick foi e com certeza ainda é um dos cineastas mais visionários de que se tem conhecimento. Fazia o que ninguém poderia imaginar e ousava sem medo. O problema está nas críticas que faziam aos seus trabalhos. O diretor melhorava a cada filme, o público amava... defendia, apoiava... mas lá estavam os "entendidos" com sua friezas herméticas, sempre criticando de forma negativa. O resultado: Kubrick nunca ganhou um Oscar (não acredito no sistema de avaliação dessa entrega de prêmios). Ele se frustrou e depois tentou agradar os críticos... Digo isso
por conta de seu último filme, De Olhos Bem Fechados, um produção "nada a ver" com o visionário diretor.
Só agora, a obra desse cineasta está tendo seu devido reconhecimento.

Todo esse processo que aconteceu com Kubrick, é quase que inverso ao que aconteceu (acontece) a Woody Allen. Este cineasta começou cedo (aos 15 anos) no mundo do entretenimento e sua genialidade foi logo reconhecida. -Muitos Oscars né tio Allen?
Allen trata de seus próprios temas, mostrando seu mundo e fazendo filmes a base de diálogos inteligentes (vale lembrar que ele é um ótimo ator também). A questão é que Woody Allen tem suas peculiaridades, só que exagera. Ele não se renovou muito de "lá pra cá". Agora, o antes ovacionado cineasta já não é tão conhecido. Talvez seja porque seus filmes não trazem mais surpresas e por isso não atendem as expectativas modernas.


O que antes não era reconhecido, agora é. O que antes era notado, agora não é. Isso é cinema.

Blogs que viraram Novelas

Ah, a tecnologia! O que seríamos sem essa companheira? Talvez fanáticos por fogueiras da inquisição, frenquentadores assíduos de bailes sábado à noite, seguidores do Che Guevara ou escoteiros. De qualquer forma, em cada cabeça há um mundo... então cada um pensa o que quiser, pois se autogoverna. Pelo menos deveria ser assim.
Mas a questão aqui não é essa, e sim como a tecnologia influenciou a vida das pessoas e ajudou na revolução dos blogs. Pois é... "revolução dos blogs". O que antes era uma brincadeira agora virou coisa séria. Os blogs estão atingindo a mesma importância de programas televisivos. Quem nunca ficou sabendo de um blogueiro sentado na "primeirézima" fila de um super desfile de moda só porque tem um blog que é famoso entre os internautas, enquanto muita gente se mata só pra poder ver, nem que seja lá do fundo? E o que é melhor, os blogs são totalmente acessíveis. Qualquer criatura que saiba ligar um computador e que consiga visualizar o teclado poder fazer um.
Através desse e de outros meios de comunicação, a geração coca-cola pode expressar suas ideias, questionar sobre assuntos e fazer protestos sem precisar sair por aí sem tomar banho, com chinelos e cabelos grandes e dizendo: "Paz e amor, a vida está em Woodstock".
Vivemos em outros tempos, devemos nos adequar. Até mesmo as utopias devem ser trazidas para o contexto moderno.
Viva aos novos entretenimentos! Parabéns aos blogs.