quarta-feira, 8 de setembro de 2010

Era alguém.
Tinha sonhos como todo o mundo.
Tornou-se pobre, de espírito.
Descobriu a vida;
Tornou-se feliz...
Aparentemente... profundamente.
Tinha sonhos. Não como todo o mundo.
Eram maiores, maiores que o mundo.
Embaixo do Sol amarelo,
Sorria amarelo, com roupa amarela;
Verde talvez.
Tinha sonhos. Não os queria compartilhar.
Ou talvez quisesse,
Só não conseguia, não encontrava...
Alguém; Como todo o mundo.
A essência, lhe pertenceu; Lhe pertence
E sempre lhe pertencerá.
Assim como o mundo.

6 comentários:

  1. Ah que lindo. Parabéns, estou te seguindo. Beijos

    ResponderExcluir
  2. oi gatinha...te vi numa comu do orkut de divulgação de blogs.... topas uma simples parceria ??? eu sigo seu blog e vc segue o meu
    http://www.pojucaonline.com.br/
    .
    jah tow te seguindo
    .
    Abraços.... seu blog ta show

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto... falar de pessoas e de sonhos, e dos sonhos das pessoas, e das pessoas sonhando acordadas é sempre bonito....todos os sonhos do mundo, na verdade, nascem de dentro pra fora.
    saudades...

    att. Rannyel

    ResponderExcluir
  4. Adorei, meu amor, tem um jeito muito interessante de falar (no caso, escrever), não precisa usar de palavras gigantes só pra provar de que é inteligente, curti muito mesmo, assim como lhe disse anteriormente, MUITO bom, meu bem (:

    ResponderExcluir
  5. Gostei muito interessante mesmo. XD

    ResponderExcluir
  6. Adorei ... simplesmente não tenho palavras que descrevam o que senti quando o li. Somos formados por sonhos, as vezes reclamamos da vida, amaldiçoamo-nos e esquecemos que nossas dores estão presentes porque em algum momento deixamos de sonhar ...
    Estou te seguindo, se puder fazer o mesmo por mim ...
    Tanks

    ResponderExcluir